_4/07

”…agora o Brasil está na moda. Todos estão olhando para cá.”




Galera, como foi divulgado aqui recentemente, está rolando no muBA desde a semana passada a Exposição do Designer Fernando Jaeger. O B.Ablog esteve lá pra conferir a abertura, e ainda de quebra conseguiu uma entrevista exclusiva com ele. Se você quer ser um profissional de Design de sucesso, vale a pena ler o que Jaeger tem a dizer sobre o mercado!

B.Ablog: Você já tem 30 anos de carreira e agora está tendo a sua primeira exposição individual. Qual a sensação? Ainda existe algum tipo de dificuldade em conseguir espaços pra esses tipos de exposições?

Fernando Jaeger: Na verdade nunca senti dificuldade de expor meus móveis, pois ao longo dos últimos anos participei de várias mostras coletivas. Mas, é claro que um convite para minha primeira exposição individual é algo especial. Fiquei muito honrado e feliz.

3-blog4

B.Ablog: A sua filosofia, além da sustentabilidade, é de produzir móveis acessíveis. Qual a razão disso? É uma questão de ideologia? O fato da constante ascensão da Classe C também contribui para isso? Você aconselharia esses novos designers que estão chegando no mercado a investir nessa parcela da sociedade desmistificando a idéia de que produtos desse ramo são voltados somente para a elite?

Jaeger: Produzir móveis acessíveis sempre foi minha filosofia de trabalho. Acho que fazer produtos caros é fácil. Tenho uma idéia maluca, procuro um marceneiro especializado, ele vai cobrar bem caro e, pronto, temos mais um móvel para poucos. Já para termos um produto mais em conta, precisamos levar em consideração vários fatores: viabilidade de produção em escala, economia de matéria prima e operações, etc… Isso tudo sem esquecer da qualidade, ergonomia e uma boa relação entre forma e função. Com relação à classe C, o problema maior é a falta de cultura, de educação. É uma classe que ascendeu graças ao consumo, sem refletir em melhor educação e cultura. Não podemos nos iludir muito, enquanto não tivermos um projeto mais sério neste país, focado em educação básica de melhor qualidade.  Apesar disso, desenvolver produtos - equipamentos urbanos, por exemplo – focados em um uso geral, de toda população, é uma importante área para o design e tão importante quanto produtos de consumo.

2-blog7

B.Ablog: Você já teve alguns de seus trabalhos publicados em revistas internacionais, como é pra você receber prestígio de outros países? Aliás, como anda a visão desses lugares em relação aos trabalhos de design aqui do Brasil?

Jaeger: Já tive meus móveis publicados lá fora sim, principalmente depois de expô-los em Milão. Isso acaba refletindo bem. Seguidamente recebo consultas de empresas que querem importar meus móveis e até mesmo de pessoas que querem comprá-los. Estive conversando com estrangeiros e eles dizem que agora o Brasil está na moda. Todos estão olhando para cá. Isso pode ser muito bom se soubermos aproveitar a onda.

B.Ablog: Em uma entrevista sua, você disse que temos que “perder o complexo de colônia”. A quem foi esse recado? Aos designers brasileiros que ainda insistem em querer abusar das referências européias e acabam deixando de buscar a identidade de seu próprio país, ou as pessoas que ainda tem a idéia de que os produtos de fora são melhores do que do Brasil?

Jaeger: Primeiramente quero deixar claro que é importante mantermos a humildade, porque ainda temos muitas limitações técnicas no Brasil e nossa política tributária atrapalha bastante. Mas, achar que tudo o que vem de fora é melhor, é uma grande bobagem. Lá fora produz-se muita porcaria também - produtos mal desenhados e de baixa qualidade. E o que é bom, é muito caro. Devemos saber nos posicionar, usando principalmente nossa criatividade, nossa forma de nos exprimir, nossa cultura, porque lá fora as pessoas nos valorizam mais do que nós mesmos.

blog3

O B.Ablog o agradece  pela entrevista e lembra a todos que seus móveis ficam no muBA até 12/08/11. Ainda não veio ver? Tá esperando o quê?

Até mais..Fui


asdaustgduhagsd

  1. Laura disse:

    Os produtos dele são mto bons. O cara manda muito. Parabéns também pra quem fez a entrevista, conseguiram arrancar dele informações importantes pra quem ta começando agora.