_6/11

Resumo Pense moda 2009




pense-moda

Infelizmente, este ano não pude comparecer ao Pense moda devido motivos de força maior. Porém, graças à tecnologia, consegui acompanhar o evento ao vivo via internet (transmissão live streaming). 

Todas as mesas que tiveram no evento foram bem pertinentes e realmente fizeram com que a maioria de nós, que acompanhamos a moda, parássemos para refletir sobre o presente e o que esta por vir aí.

9946

No primeiro dia, a visionária Cecilia Dean (editora e uma das fundadoras da Visionaire Magazine) falou sobre o início da revista - em 1991 - e de como foi começar a editar e diagramar a revista sem computador e celular. Ela ainda falou como um aparelho de fax e uma máquina de xerox a ajudaram a diagramar a primeira edição da revista junto com seus dois sócios. E, como ocorreu na primeira edição do evento, ela disse praticamente o mesmo que Judy Blame: “faça acontecer”.  Quando questionada sobre o relacionamento das marcas com seus consumidores, nesse momento de tantas redes sociais e etc., ela afirmou: “a indústria da moda começou a fazer uso efetivo da internet como ferramenta de mídia com relativo atraso. Até mesmo no quesito conteúdo, na exploração da imagem em movimento, a presença da moda na internet ainda é extremamente tímida, se comparada a outras áreas, como vídeo e música”.

Logo em seguida à palestra de Cecilia Dean, veio uma mesa de debates sobre o futuro da mídia; os participantes da mesa eram Alexandre Mathias (editor do caderno Link, do jornal O Estado de S. Paulo), Andrea Bisker (diretora para América Latina do WGSN), Paulo Caruso (diretor de filmes da O2), Alexandra Farah (jornalista e blogueira do FilmeFashion), Sebastian Orth (da Surface to Air) e Fernand Alphen (diretor de planejamento da F/Nazca). Alexandra Farah, cujo blog explora novas tecnologias, ressaltou: “Não queremos a publicidade na internet do jeito que conhecemos no mundo físico”. Ou seja, grande problema das empresas talvez ainda esteja na preocupação com os números de acessos dos sites e blogs, ao invés de se investir na qualidade para o público que os acessa.

No segundo dia, a palestra de Maroussia Rebeck - estilista e dona da marca Andrea Crews - mostrou que o principal interesse da marca não é a roupa, e sim a diversão, energia e o movimento que ela proporciona. Suas criações surgem através de roupas de segunda mão em que ela trabalha com um processo super artesanal para transformar tudo em peças únicas e exclusivas. Por isso, suas peças tem um alto valor agregado: além de estar reciclando roupas que poderiam estar indo pro lixo, ela agrega um valor imenso trabalhando nas peças individualmente, tornando-as únicas! Maroussia não é uma fashionista ou estilista, ela esta muito além disso! Podemos dizer que, da forma mais literal possível, ela é “Designer”, pois enxerga funcionalidades para uma peça que nem você, eu ou qualquer outra pessoa imaginaríamos com tantas possibilidades.

lars-svendsen-pense-moda-2009-296x260

Para fechar o evento, o último dia contou com a presença do filósofo e autor do livro “Fashion: A Philosophy”, Lars Svendsen. Ele falou sobre a importância da crítica de moda ao decorrer de sua palestra ele buscou um caminho para que as publicações as fizessem sem medo! Segundo ele, “a crítica de moda só pode existir com um certo nível de independência em relação aos interesses comerciais”. No decorrer da palestra, enquanto desenvolvia seu raciocinio, Svendsen acabou falando algo muito pertinente com relação às publicações e seus leitores: “As críticas acabam sendo voltadas mais para os anunciantes do que para as pessoas, de fato”. Muitos dizem que este pensamento de Lars é utópico e só poderia existir num mundo ideal; porém, se refletirmos sobre isto, será que já não conseguimos nos libertar disso nas publicações digitais, principalmente nos blogs? 

Talvez seja um caminho para que os estilistas amadureçam com relação a crítica negativa e para que as publicações comecem a adotar novas posturas diante do que veio se desenhando na crítica de moda ao longo dos anos.

Fontes: Oficina de estiloSPFW

Compartilhe este post:
  • Print
  • Twitter
  • email
  • Add to favorites
  • Digg
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • StumbleUpon

asdaustgduhagsd

  1. lucas disse:

    Muito bom o blog! Ficou legal esse resumo, bacana o video também!

  2. Sabóia disse:

    O layout é bem legal e bem servido de referências pop.
    Gostei do texto, esse evento parece ser bem interessante!

  3. Luís Gustavo disse:

    Que Jóia é esse blog…
    Você respira moda…
    Abç

  4. Nina disse:

    adorei o visual do site! Achei bem interessante o texto.

  5. karine disse:

    Eu sempre gostei de moda e depois que vim morar fora ,a vontade de fazer alguma coisa direcionada a isso aumentou, infelizmente no momento ja’ me dedico ao design de interiores ,mas em um futuro proximo,espero,poder fazer uma faculdade de moda. :)
    Blog muito legal,sucesso para vcs !

    beijos meus

    k

  6. Layon disse:

    o conteudo está bem organizado

  7. Luan disse:

    Muito legal esse resumo. Eu gostei… ;)

  8. ℵ Juh ℵ disse:

    Muito legal o blog,você transpira moda! Hehehe
    “Suas criações surgem através de roupas de segunda mão em que ela trabalha com um processo super artesanal para transformar tudo em peças únicas e exclusivas.”
    “o principal interesse da marca não é a roupa, e sim a diversão, energia e o movimento que ela proporciona.” — Oh, sim, concerteza!

  9. Annie disse:

    Olha,não sou a fã mais chegada de moda,mas esse evento me interessou bastante :D
    Texto coerente, bem explicativo mesmo. As fotos e os vídeos complementaram o conteúdo com força.
    Meus parabéns!

  10. Ana Paula disse:

    Para ser sincera, não me interesso por moda, mas gostei de ver como você torna interessante assuntos relacionados a esse tema. Te desejo sucesso na vida e no blog.

  11. wadson disse:

    Muito bom o conteudo desse post.
    Gostei do blog!

  12. Camila disse:

    Mas esse blog é uma verdadeira revista!
    Eu não me apego muito a moda, mas gostei do post, indiretamente sou afetada pela moda pois gosto de roupas que tenham estilo.

    Bom blog ;)

  13. Isaac disse:

    Maroussia Rebeck,…. essa estilista é o “cara”