Bate papo sobre Produção de Curtas

Postado em

Por Adryelle Valgas e Érika Teles – 3º sem. de Jornalismo

Se você acredita que criar um curta metragem é fácil, está enganado, pois em um bate papo descontraído sobre Produção de Curtas, dentro da programação da IV Jornada de Comunicação do Centro Universitário Belas Artes, foi possível ver três trabalhos incríveis apresentados por ex-alunos da Instituição. Eles nos contaram suas experiências, as dificuldades e a felicidade de ver um projeto ser concluído e ser apresentado em premiações. Durante o bate papo com os ex-alunos, os três grupos citaram a mesma dificuldade durante o projeto: dinheiro, atores e locação, mas isso não os desmotivou em criar seus projetos tão significativos.

O primeiro curta apresentado foi o da Vanessa e Mônica, um trabalho realizado por seis meninas que aborda a Transexualidade, um tema que, segundo elas, é muito delicado e que precisa ser discutido pela sociedade. E desde o começo do curta, elas pensaram como seria abordar esse tema com uma criança e um segundo personagem já adulto transexual. A dificuldade maior foi trazer atores transsexuais, porém encontraram dois atores que tiveram experiências em trabalhos realizados com o tema e tentaram passar a maior realidade possível sobre o assunto.

O segundo curta apresentado são do Alexandre, Lucas, Fernando e Vitória, o tema abordado foi o HIV. O curta conta a história de Clara, uma adolescente que possui o vírus do HIV e sofre preconceito dos seus colegas de classe. Clara tem o apoio de sua mãe que também possui o vírus e de sua amiga. Os meninos contam que fizeram uma pesquisa profunda sobre o tema, já que o vírus do HIV tem muitas “Claras” (nome dado ao curta) e que o índice de infectados subiu muito desde 2001. O propósito do trabalho é mostrar que qualquer pessoa pode contrair o vírus, mas que isso não te impede de levar uma vida normal, porém é necessário tratamento. Eles tiveram uma pós-produção bem extensa, chegando a ter 9 horas de filmagem.

O terceiro e último curta apresentado são do Augusto, Vítor, Léo, Marcela e Lucas, o tema abordado foi Ficção Científica. Quando eles pensaram no tema, este logo veio à cabeça, conforme comentou Léo durante o bate papo. Ele citou que o grupo gosta muito do tema e principalmente o subgênero de viagem no tempo e para criar o curta eles tomaram como base a trilogia “De volta para o Futuro”. O foco do curta era fazer um trabalho de baixo orçamento e de ótima qualidade, visando a estética, cores primárias e processo artesanal.

Com um bate papo bem descontraído, os alunos que assistiram à palestra puderam ver que sempre haverá dificuldades ao longo do caminho, porém com persistência e principalmente criatividade seus trabalhos podem se destacar no mercado.

Cintia Dal Bello

Cintia Dal Bello

Cíntia Dal Bello é doutora em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP, com especializações em Marketing e Comunicação (pela Cásper Líbero) e Cultura e Meios de Comunicação (pela PUC-SP). Como publicitária, acumula experiências em criação publicitária, planejamento de comunicação e marketing escolar. Sua pesquisa versa sobre cibercultura, subjetividade, identidade, tele-existência e imaginário tecnológico. Libriana, mãe de três filhos, amante da música, das artes e da vida.

No Comments

Deixe seu comentário...

* campos obrigatórios