Alunos de RP organizam evento com demonstração de Spikeball

Postado em

Spikeball chega a São Paulo
Esporte internacional ganha espaço e visibilidade no Brasil pela semelhança ao vôlei

A Capital Paulista sediará no dia 24 de novembro, das 9 às 12h, no Parque Ibirapuera, uma demonstração de Spikeball. O evento está sendo organizado pelos alunos do 5º semestre do curso de Relações Públicas do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo, sob a orientação da Professora Solange Moura, e contará com a presença do atleta e embaixador aqui no Brasil, Lucas Fernandes. O objetivo é reunir esportistas e amantes do esporte, para desfrutarem uma nova experiência, por meio desse esporte ainda pouco conhecido no Brasil.

Originado nos Estados Unidos, foi lançado em 2008 sem grande pretensão, hoje conta com mais de 4 milhões de jogadores em todo o mundo e 150 torneios realizados. Para a prática, os equipamentos necessários são de fácil alcance: uma bola de borracha do tamanho da palma da mão e uma rede semelhante a um trampolim do tamanho de um bambolê que é colocado a  alguns centímetros do chão. O objetivo do jogo é acertar a bola na rede para que a equipe adversária não possa devolvê-la. Vence o time que atingir 21 pontos primeiro.

Os jogadores se dividem em duplas e se posicionam ao redor da rede. O jogo é iniciado quando um jogador arremessa a bola para baixo, em direção à rede, e marca ponto. Na sequência a bola ricocheteia em seus oponentes. O time que está retornando tem até três acertos entre eles, para devolução da bola para a rede. A partida continua até que um time não possa devolver a bola para a rede dentro de seus três toques.

 

Para mais informações sobre o evento:

Vitoria Santana
E-mail: vitoriasantana89@gmail.com  - Celular: (11) 98465-9218                   

 

Giulia Pinello
E-mail: giuliarpinello@gmail.com - Celular: (11) 97152-5104

 

Colaboração: Profa. Solange Moura

Cintia Dal Bello

Cintia Dal Bello

Cíntia Dal Bello é doutora em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP, com especializações em Marketing e Comunicação (pela Cásper Líbero) e Cultura e Meios de Comunicação (pela PUC-SP). Como publicitária, acumula experiências em criação publicitária, planejamento de comunicação e marketing escolar. Sua pesquisa versa sobre cibercultura, subjetividade, identidade, tele-existência e imaginário tecnológico. Libriana, mãe de três filhos, amante da música, das artes e da vida.

No Comments

Deixe seu comentário...

* campos obrigatórios