Belas Artes: 94 anos de existência

Blog da Reitoria nº 410, de 23 de setembro de 2019

Por Prof. Paulo Cardim

“Ensinar exige rigorosidade metódica” (Paulo Freire)

“Avaliar também” (Paulo Cardim)

Nesta semana a Belas Artes celebra seus 94 anos de existência, todos dedicados à educação e à cultura.

Criada em 1925, pelo idealista Pedro Augusto Gomes Cardim, como Academia de Belas Artes de São Paulo, passou por transformações, venceu obstáculos com perseverança, competência, esperança e amor.

Dessas mudanças, a mais significativa foi a transformação de faculdade em Centro Universitário Belas Artes de São Paulo, obtendo do Ministério da Educação, após avaliação in loco mais recente, para o seu recredenciamento, o Conceito Institucional (CI) 5, o mais elevado na escala de 1 a 5, sob o manto do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior, o Sinaes. O CI 5 representa a excelência das funções universitárias desenvolvidas em nossa instituição – ensino, pesquisa e extensão –, exercidas com inovação e criatividade.

Para celebrar os nossos 94 anos de criatividade, preparamos uma programação especial para todos os públicos. Nesses encontros, abordaremos a Criatividade como a habilidade decisiva no mindset dos futuros líderes. Vamos compartilhar o que fazemos melhor: troca de conhecimento e educação de excelência.

Os painéis estarão voltados para o desenvolvimento do intelecto por meio da Criatividade, considerada uma das habilidades mais poderosas do ser humano. Para tanto, contaremos com a participação de competentes experts em cada tema, que também compartilharão suas experiências e cases do mercado.

Entre 23 e 25 desta semana, os temas a serem abordados fluem da competência e experiência dos professores e gestores acadêmicos da Belas Artes, do nosso DNA institucional: A ciência da criatividade, com Fábio Gandour, especialista em Inteligência Artificial (IA) e Josiane Tonelotto, doutora em Ciências Médicas pela Unicamp; O desenvolvimento de games: por dentro da indústria, com Shaun McCabe, diretor de tecnologia da Insomniac Games e premiado desenvolvedor de jogos; Creative & content: a criatividade no ambiente digital, com Ellora Haonne, criadora de conteúdo digital de impacto social, Jeska Grecco, publicitária e creator e Vinicius Brilhante, jornalista, especialista em marketing digital e Content Creator na Belas Artes; Criatividade e inovação: o mindset para os líderes do futuro, com  Luis Serafim,  head de marketing, eCommerce & Insights da 3M do Brasil, e Leonardo Cid Ferreira, bacharel em Administração de Empresas pela Bentley University, em Boston, que trabalha com marketing digital desde 2004; e Criatividade se aprende? Como exercitar a habilidade que mudará o futuro, com Gustavo Diehl, diretor de criação para Nissan, Gatorade, Submarino, Monange e Netflix, faz parcerias com startups e ONGs para promover soluções criativas aos clientes da AKQA, além de promover mudanças sociais por meio da inovação.

Haverá, ainda, a oferta de PÍLULAS DE CONTEÚDOS PARA APRIMORAR SUA CRIATIVIDADE: Transformação Digital com Fábio Miranda, Pitchs Criativos com Fernanda Zerbini, Criatividade não é um Bicho de 7 Cabeças com Carol Peres, Neurociência e Criatividade com Jéssica Oti, Oficina de Escrita Criativa com Clarice Casado e Marcella Mar, Neurociência e Criatividade com Jéssica Oti e Direção de Fotografia para Moda com Tay Borges.

Essa celebração é estendida ao nosso campus em Sorocaba, com uma programação voltada especialmente para aquela cidade paulista.

A programação completa está em Criatividade como a habilidade decisiva no mindset dos futuros líderes.

É uma celebração criativa, para troca de experiências em torno dos temas a serem focados durante o evento, quando todos ensinam e aprendem, uma permuta que revela a missão institucional da Belas Artes quase centenária. Tradição com inovação e criatividade. Sempre.

“É mais fácil governar um povo culto, cioso de suas prerrogativas e direitos, que tem nítida a compreensão de seus deveres, que um povo ignaro, indócil, sem iniciativa e inimigo do progresso”.

“O papel da instrução é preparar e formar homens capazes e úteis à sociedade; o papel do governo é fornecer meios fáceis de se adquirir a instrução, disseminando escolas e patrocinando iniciativas boas confiadas à competência e ao amor de quem promove   tão nobilitante tarefa”.

Prof. Carlos Alberto Gomes Cardim

Diretor da Escola Normal Caetano de Campos

Educador e Inspetor de Alunos, 1909

Irmão do fundador do

Centro Universitário Belas Artes de São Paulo

Pedro Augusto Gomes Cardim

Post to Twitter Post to Plurk Post to Yahoo Buzz Post to Delicious Post to Digg Post to Facebook Post to Google Buzz Post to LinkedIn