Perguntas Frequentes

Esta seção reúne as perguntas mais frequentes sobre a Pós-graduação.
Você também pode obter mais informações por e-mail.

1O que é pós-graduação Lato Sensu?

Os cursos de pós-graduação na modalidade Lato Sensu são cursos de especialização em áreas específicas do conhecimento. Esses cursos, geralmente, têm um formato semelhante ao dos cursos tradicionais, com aulas, seminários e conferências, ao lado de trabalhos de pesquisa sobre os temas concernentes ao curso. No caso dos cursos de pós-graduação na Belas Artes, os cursos têm estrutura com 420 horas, sendo 360 horas presenciais e 60 horas para orientação e produção dos Trabalhos de Conclusão de Curso (TCCs).

A pós-graduação na modalidade Stricto Sensu consiste em programas de mestrado e doutorado abertos a candidatos diplomados em cursos superiores de graduação e que atendam às exigências das instituições de ensino e ao edital de seleção dos alunos. Os cursos Stricto Sensu" requerem a produção de dissertações e teses que proponham e comprovem teorias novas para a compreensão de fatos e de suas relações.

O Centro Universitário Belas Artes possui cursos de pós-graduação apenas na modalidade Lato Sensu.

2Quais são as funções de um coordenador de curso na pós-graduação?

As funções dos coordenadores de curso na pós-graduação da Belas Artes são de três tipos: políticas, gerenciais e acadêmicas.

As funções consideradas de natureza política são atinentes à liderança reconhecida na área de conhecimento do curso, a uma postura motivadora de professores e alunos, a uma representatividade legítima de seu curso, de propagação socioacadêmica do curso e responsabilidade pela vinculação do curso com os demais anseios e demandas do mercado.

No que se refere às funções gerenciais, identifica quesitos que revelam a competência dos coordenadores na gestão propriamente dita dos cursos que dirigem. Os coordenadores devem se responsabilizar pela supervisão das instalações físicas, laboratórios e equipamentos dos cursos, pela indicação da aquisição de livros, materiais especiais e assinatura de periódicos necessários ao desenvolvimento dos cursos, pelo estímulo e controle docente e discente, pela indicação da contratação de docentes, pelo processo decisório de seus cursos e pela adimplência contratual dos alunos de seus cursos.

Dentre as funções acadêmicas, o coordenador deve ser o responsável pela execução dos projetos pedagógicos dos cursos, pelo desenvolvimento atrativo das atividades escolares, pela qualidade e pela regularidade das avaliações desenvolvidas em seus cursos, estimular a iniciação científica e de pesquisa entre professores e alunos, responsabilizar-se pela orientação e produção dos Trabalhos de Conclusão de Curso (TCCs).

3Como se dá o reconhecimento dos cursos?

De acordo com a Resolução Nº 1, de 08 de junho de 2007 o Art.1º prega que "...Os cursos de pós-graduação lato sensu oferecidos por instituições de educação superior devidamente credenciadas independem de autorização, reconhecimento e renovação de reconhecimento, e devem atender ao disposto nesta Resolução". O Centro Universitário está credenciado pelo Ministério da Educação através da Portaria Nº 3.206, de 21 de novembro de 2002. Portanto, as avaliações dos cursos de pós-graduação lato sensu são realizadas no recredenciamento institucional e informamos que no ano de 2010 o Centro Universitário recebeu a visita do Ministério da Educação, sendo assim, recredenciada por tal órgão.

Para sustentar as colocações acima, informamos que a CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) realiza permanentes avaliações atribuindo conceitos de uma escala de 1 a 5, sendo "1 conceito ruim e 5 conceito muito bom" para os cursos de pós-graduação stricto sensu, ou seja, mestrados e/ou doutorados.

Assim, como a Belas Artes oferece apenas cursos na modalidade lato sensu, cabe atender à Resolução Nº 1 acima destacada.

4Qual a carga horária dos cursos de pós-graduação e em quantos semestres eles estão estruturados?

Os cursos de pós-graduação do Centro Universitário Belas Artes têm uma carga total de 420 horas e se desenvolvem em 3 semestres letivos. Nos dois primeiros, o aluno cumpre com todas as disciplinas necessárias – freqüentando, em cada semestre, 9 disciplinas –, o que perfaz 360 horas presenciais. O 3º. semestre é totalmente dedicado à produção do Trabalho de Conclusão do Curso (TCC), sob a orientação de um professor do curso, investindo mais 60 horas. São oferecidas 6 reuniões presenciais de orientação (obrigatoriamente no ambiente da escola), cabendo ao aluno um investimento adicional de outras 54 horas de estudos e elaboração do seu trabalho de conclusão de curso.

5Quais são os dias da semana em que há aulas nos cursos de pós-graduação?

Os cursos de pós-graduação são oferecidos às segundas e quartas-feiras ou às terças e quintas-feiras, além de um sábado ao mês. Por exemplo: para um curso oferecido às segundas e quartas-feiras, um semestre típico oferece 4 disciplinas às segundas-feiras, outras 4 disciplinas às quartas-feiras e uma nona disciplina aos sábados, perfazendo 180 horas em um semestre.

6Qual a carga horária de cada disciplina?

Cada disciplina possui 20 horas de conteúdo a ser ministrado em sala de aula, o que significa um total de 5 encontros de 4 horas/aula cada. Como são oferecidas 360 horas de aulas, depreende-se que um curso terá 18 disciplinas. Excepcionalmente, pode haver uma disciplina com 40 horas de duração; nesse caso, mantém-se o total de 360 horas, mas o total de disciplinas passa a ser de 17.

7Qual a duração de cada aula?

Cada aula tem a duração de 1 hora/aula, que significa 50 minutos. Em um dia normal, salvo excepcionalidades, os encontros com os alunos serão de 4 horas-aula, com um intervalo de 20 minutos, ou seja, as aulas ocorrem das 19h00 às 22h40, com intervalo obrigatório entre as 20h40 e as 21h00.

8Quais os critérios de aprovação?

Os critérios de avaliação para as disciplinas preveem (1) uma prova escrita e (2) trabalhos a serem desenvolvidos ao longo da disciplina com a possibilidade de entregarem após a conclusão da mesma e desde que respeitada a data limite para entrega das notas (15 dias após a data da última aula). Os trabalhos devem seguir o padrão determinado pelo(a) professor(a) da disciplina. Recomenda-se que a nota final siga uma relação de 50% para a prova e 50% para os trabalhos práticos. A data limite para entrega das notas é de até 15 (quinze) dias corridos após o término da disciplina.

9Como se desenvolve a prova e qual a nota final para aprovação em uma disciplina?

A prova deverá ser realizada sempre individualmente e sem consulta em um tempo mínimo de 60 minutos e máximo de 90 minutos. Ela deverá ser aplicada, pelo(a) próprio(a) professor(a), na segunda parte do último encontro da disciplina (após o intervalo e, obrigatoriamente, entre 21h00 e 22h40). A média mínima para aprovação é 7,0 (sete); as notas devem ser colocadas no sistema de 0,5 em 0,5 ponto, não sendo aceitas notas com outros decimais (exemplos: 6,9 – 8,2 – 9,4). Os professores têm como data limite para entrega das notas à secretaria 15 (quinze) dias corridos após o término da disciplina.

10Existe regime especial na pós-graduação?

Não. Alunos que tenham problemas para cursar as disciplinas, deverão cursá-las no período seguinte em que serão ofertadas. Casos como gravidez ou doenças infecto-contagiosas não são passíveis de regimes especiais.

11Fui reprovado por nota. Como devo proceder?

O aluno reprovado "por média" em uma das disciplinas que estiver cursando, deverá cursá-la novamente arcando seu valor; deverá solicitar sua matrícula na Central de Relacionamento. O aluno não poderá ser reprovado duas vezes na mesma disciplina, pois ficará excluído do programa de Pós-graduação.

12Fui reprovado por falta, tendo excedido o limite de 25%. Como devo proceder?

O aluno reprovado "por faltas", em uma das disciplinas que estiver cursando, poderá cursá-la novamente, arcando com o valor da mesma. Deverá solicitar sua matrícula na Central de Relacionamento por meio de requerimento. O aluno não poderá ser reprovado duas vezes na mesma disciplina, pois ficará excluído do programa de Pós-graduação.

13Preciso me mudar de São Paulo por motivos profissionais e não terei condições de prosseguir no curso. Como devo proceder?

Existem duas modalidades: o cancelamento e o trancamento. O aluno matriculado no programa de Pós-graduação poderá trancar a sua matrícula atrasando sua conclusão por um período máximo de 1 (hum) ano. O trancamento não poderá ser efetuado no primeiro módulo. O aluno poderá ainda cancelar a sua matrícula, no decorrer do curso, a qualquer momento. Para efetuar o trancamento ou o cancelamento da matrícula, o aluno deverá requerê-lo na Secretaria, preenchendo o requerimento, e no prazo máximo de até 15 (quinze) dias, deverá retornar ao setor para tomar ciência do despacho do referido requerimento. Para efetuar o trancamento ou cancelamento de matrícula, o aluno deverá estar quites com a tesouraria, até o mês da solicitação. Tanto para o cancelamento como para o trancamento de matrícula não existe devolução de valores.

14Sou estrangeiro e me graduei em meu país. Posso fazer um curso de pós-graduação na Belas Artes?

Para estudar nos cursos de pós-graduação, os alunos estrangeiros devem possuir diplomas válidos no Brasil. Para isso, os diplomas de cursos de graduação expedidos por IES estrangeiras devem ser revalidados por universidade pública brasileira, nos termos do §2º, art. 48 da Lei nº 9.394/1996, a LDB, regulamentado pela Resolução CES/CNE nº 1/2002, "respeitando-se os acordos internacionais de reciprocidade ou equiparação".

15Qual o limite de faltas na pós-graduação?

O controle de freqüência é feito pela Secretaria Geral, não sendo de autonomia do(a) docente. As aulas devem começar pontualmente às 19h00, independentemente do número de alunos presentes na sala, e terminar às 22h40. No dia da prova, o controle de freqüência será feito pelo(a) docente. O aluno que perder a prova final deverá requer prova substitutiva na secretaria de Pós-Graduação. As listas de presença de alunos são retiradas e devolvidas, pelos próprios docentes, nas Salas dos Professores, localizadas na Cobertura da Unidade II.

16O que acontece se eu perder a prova final da disciplina?

O aluno que perder a prova final de uma disciplina deverá solicitar prova substitutiva na Central de Relacionamento, mediante preenchimento de requerimento. As datas para a realização das provas substitutivas são definidas pela Secretaria da Pós-Graduação e informadas a tempo. São realizadas ao final de cada semestre letivo e têm um custo de R$80,00 (oitenta reais) por prova, sendo aplicadas por um professor dos cursos de pós-graduação.

17Qual o investimento em cada curso da pós-graduação e como se dá o pagamento?

Cada curso tem seu próprio valor de investimento, proporcional à estrutura que ele demandará (salas de aula, laboratórios, estúdios, oficinas); os valores de cada curso são disponibilizados no site da escola. Os cursos são pagos em 20 mensalidades consecutivas, independentemente de meses com maior ou menor carga horária, ou mesmo em meses sem atividades acadêmicas. As mensalidades não são proporcionais à carga horária de determinado mês ou semestre; são iguais e sem reajuste durante o período de vigência do contrato que o aluno mantém com a escola.

18Sou formado em Curso Superior Tecnológico. Posso cursar a Pós-Graduação?

Sim. A conclusão de Curso Superior Tecnológico permite ao candidato cursar a Pós-Graduação.

19Estou iniciando o segundo semestre do curso de pós-graduação. Posso antecipar a realização do meu TCC, sendo orientado ao mesmo tempo em que tenho aulas regulares?

A estrutura de nossos cursos de pós-graduação é de 2 semestres presenciais consecutivos e mais um terceiro semestre ("em separado") para orientação de TCCs; somente após o aluno ter "passado" por todas as disciplinas ele será considerado apto a receber a orientação para produção de seu trabalho de conclusão de curso. Isso está claro nas "Diretrizes - Trabalhos de Conclusão de Curso - TCC" (disponível no site), em seu parágrafo terceiro:

3. Os Trabalhos de Conclusão de Curso serão individuais, produzidos no 3o. ou último semestre de cada Curso, orientado por professor com aderência à Linha de Pesquisa.

Portanto, a produção de um TCC concomitante com a frequência às aulas das disciplinas do 2º semestre não é permitida.

20Preciso trancar a minha matrícula. Como devo proceder e qual o procedimento dali em diante?

O aluno matriculado no programa de Pós-graduação poderá trancar a sua matrícula atrasando sua conclusão por um período máximo de 1 (hum) ano. O trancamento não poderá ser efetuado no primeiro módulo, isto é, durante a oferta da primeira disciplina do curso. Para efetuar o trancamento da matrícula, o aluno deverá requerê-lo na Central de relacionamento com o Aluno (na Cobertura da Unidade 2), preenchendo o requerimento, e no prazo máximo de 15 (quinze) dias, deverá retornar ao setor para tomar ciência do despacho do referido requerimento. Para efetuar o trancamento da matrícula, o aluno deverá estar quite com a tesouraria, até o mês da solicitação. Para o cancelamento de matrícula não existe devolução de valores. Importante atentar para a manutenção do seu vínculo com a instituição. Exemplo: "Se o aluno solicitar trancamento no semestre 2012/1, deverá retornar, obrigatoriamente, no semestre 2013/1, para que não perca o vínculo com a instituição. Caso não retorne até 2013/1, seu status passa a ser "desistente"; a partir daí, caso queira retornar à escola, deverá passar por novo processo seletivo".

21Como devo proceder para realizar a entrega do meu TCC?

Para realizar a entrega do seu TCC, você precisa inicialmente preencher a Ficha de Depósito que se encontra disponível no nosso site, no campo ALUNO. Além das informações solicitadas, você deve obter a anuência e a assinatura de seu orientador. Então, pode dirigir-se à Secretaria da Pós-Graduação e preencher um Requerimento para protocolar a entrega, anexando a Ficha de Depósito, duas vias de seu trabalho e um CD. Importante que a data limite para depósito seja respeitada; fichas de depósito encaminhadas após a data limite não serão aceitas e os respectivos TCCs ficarão para o semestre seguinte.

22Onde e como ocorrem as bancas de apresentação de TCCs dos cursos de Pós-Graduação?

As bancas de apresentação dos TCCs dos alunos de Pós-Graduação são realizadas, obrigatoriamente, nas dependências da escola e nos dias e horários estabelecidos pela gestão da Pós-Graduação; as bancas são públicas, podendo ser presenciadas por qualquer aluno, ex-aluno, familiares do aluno ou mesmo pessoas da comunidade. Às pessoas que assistem às apresentações dos TCCs não será permitida, entretanto, qualquer manifestação durante ou após a referida apresentação perante a banca. As datas das apresentações são divulgadas antecipadamente e informadas aos alunos pela Secretaria da Pós-Graduação.

23Como é composta uma banca de avaliação de TCCs na Pós-Graduação?

As bancas de TCCs são compostas por dois professores: o professor orientador – que preside os trabalhos – e um outro professor convidado, obrigatoriamente da escola e que esteja ligado aos cursos de Pós-Graduação.

24Quanto tempo dura e como o aluno deve se preparar para uma banca de avaliação de TCCs na Pós-Graduação?

As bancas devem durar, impreterivelmente, exatos 50 minutos, dos quais 20 são destinados à defesa do trabalho. É de responsabilidade exclusiva do aluno preparar a sua apresentação dentro das recomendações que recebeu nas reuniões de orientação. A escola disponibilizará a sala apropriada ao tipo de TCC elaborado pelo aluno.

25Como se desenvolve na prática uma banca de avaliação de TCCs na Pós-Graduação?

O professor orientador do aluno, na qualidade de presidente da banca, dá início à banca apresentando o segundo professor membro da banca (professor convidado) e orientando o aluno quanto à apresentação, que deve durar exatos 20 minutos. Após a apresentação do aluno, o professor convidado da banca inicia a sua arguição, que deve durar não mais do que 20 minutos; cabe ao aluno responder às arguições feitas com a maior precisão possível, atendo-se ao que foi pesquisado por ele em seu TCC. Após a arguição do professor convidado, o presidente da banca faz as suas considerações finais, podendo ainda arguir seu orientando em algum aspecto que julgar relevante. Finda a sessão de arguição, o presidente da banca solicita que os presentes se retirem da sala, de modo que a banca possa deliberar sobre a nota do aluno.

26Como os professores da banca avaliam os TCCs na Pós-Graduação? Quais os conceitos e qual a escala de notas?

Após a apresentação do aluno e da arguição por parte dos professores da banca, é deliberado, por consenso entre os professores, o conceito a ser aplicado. Os conceitos (e seus equivalentes em nota numérica) devem seguir, rigorosamente, o seguinte padrão:

a) Aprovado com distinção e louvor (o que equivaleria à exata nota 10,0).
b) Aprovado com distinção (o que equivaleria a notas entre 9,0 e 9,9).
c) Aprovado plenamente (o que equivaleria a notas entre 8,0 e 8,9.)
d) Aprovado (o que equivaleria a notas entre 7,0 e 7,9) e
e) Reprovado (o que equivaleria a notas abaixo de 7,0).

O conceito aplicável deve ser aposto no documento “Ata do Trabalho de Conclusão de Curso apresentado como exigência parcial para obtenção do título de Especialista”.

27Como devo proceder caso meu TCC tenha sido aprovado com restrições?

Após o consenso obtido pelos membros da banca, o presidente da banca lê – em voz alta – todo o documento “Ata do Trabalho de Conclusão de Curso apresentado como exigência parcial para obtenção do título de Especialista”; no caso de TCCs que tiveram alguma restrição, o aluno recebe um prazo para resubmissão do TCC corrigido para a Secretaria da Pós-Graduação. Não há nova banca para trabalhos que mereceram correções; o professor orientador (presidente da banca) deverá realizar nova avaliação individual de acordo com o atendimento ao que foi solicitado pelos dois professores da banca e definir um conceito final.

28Fui reprovado por nota em uma disciplina, mas gostaria de solicitar vistas da avaliação. Como devo proceder?

Qualquer aluno dos cursos de pós-graduação pode, individualmente, solicitar vistas de avaliação de determinada disciplina por meio de requerimento preenchido na Central de Relacionamento. Em data, horário e local a serem definidos pela Secretaria da Pós- Graduação, o professor da disciplina (ou o Coordenador do curso) receberá o aluno solicitante para a conferência das avaliações em questão. Geralmente, esse procedimento é realizado em até 30 dias da data de divulgação das notas; portanto, o aluno que desejar solicitar vistas de avaliação com o docente deverá requerê-la em, no máximo, até 10 dias após a publicação das notas. O aluno não poderá solicitar vistas de avaliação duas vezes para a mesma disciplina.