Acontece

Navegação

Identidade de gênero e povos indígenas são temas de exposições de alunos de Fotografia

Mostras “XXY” e “Che Aime Ko’Ápé” estão em cartaz na Unidade 1 até o dia 6 de setembro

Publicado em 11/08/2017

Até o dia 6 de setembro, estão em cartaz no segundo andar da Unidade 1 da Belas Artes as exposições “XXY” e “Che Aime Ko’Ápé”, produzidas pelos alunos do 3º módulo do curso de Fotografia da instituição. Os ensaios coletivos são resultado de uma atividade acadêmica da disciplina de Fotojornalismo, realizada no primeiro semestre de 2017 sob orientação da professora Tássia Zanini.
 
Na mostra “XXY”, os alunos buscaram se aproximar, com abordagem humanista e de ruptura dos padrões de classificação, da discussão sobre identidade e expressão de gênero. Para isso, o ensaio retratou pessoas que representam a diversidade livres de estereótipos, a fim de promover ao público um olhar reflexivo transversal, para além dos paradigmas normativos que buscam enquadrar pessoa e gênero.
 
Baseado nos povos indígenas que habitam a grande São Paulo, o ensaio Che Aime Ko’Ápé (em guarani, “Estou aqui”) documentou aldeias firmadas em território paulista por resistência ou privação. São cerca de 30 povos que compõem em torno de 15 mil vizinhos do nosso quintal, que encontram-se em situação de sobrevivência ou seguem favelizadas.  
 
As exposições são gratuitas e abertas ao público.
 
Serviço
 
Exposições “XXY” e “Che Aime Ko’Ápé”
Data: até dia 6 de setembro
Local: 2º andar, Unidade 1, Centro Universitário Belas Artes de São Paulo
Rua Dr. Álvaro Alvim, 90, Vila Mariana

Outras Notícias