Biblioteca

Navegação

Programas especiais

Docente

Livro do Professor

O Programa Livro do Professor consiste na aquisição subsidiada de obras, nacionais e importadas, de valor acadêmico que contribuirão para a pesquisa e o desenvolvimento contínuo dos nossos docentes. Iniciou-se em 04 de outubro de 2010, nas festividades dos 85 anos do Centro universitário Belas Artes de São Paulo com o objetivo de aprimorar e ampliar o universo cultural, intelectual e técnico dos nossos docentes.

Biblioteca do Professor

O projeto “Biblioteca do Professor”, implantado em 2004 e promovido pelo Sistema de Bibliotecas do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo, tem como intuito principal, incentivar a pesquisa e a leitura, bem como a atualização do corpo docente da Instituição. O serviço, diferenciado e personalizado, proporciona ao docente a possibilidade de desenvolver melhores práticas pedagógicas e também amplia sua capacidade de difusão do conhecimento e da informação.

A Biblioteca passa por aqui

Esse serviço, que integra o Sistema de Bibliotecas do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo, e possui o intuito de promover o habito da leitura diária junto ao docente.

A Biblioteca passa por aqui. Aqui, no caso, é a Sala dos Professores onde a biblioteca reforça o elo existente entre o departamento e o professor, permanentemente configurado em duas dimensões: o incentivo à leitura e o compromisso com a pesquisa. É uma pequena extensão dos serviços biblioteconômicos, que se instala na Sala dos Professores, com a disponibilização de jornais e revistas, propiciando aos docentes momentos de entretenimento e conhecimento imediato dos fatos que ocorrem no Brasil e no mundo.

Comunidade

Programa Livro Livre

O Livro Livre é uma iniciativa do Jornal de Debates (TV Cultura - SP) que visa a difundir o hábito da leitura e formar novos leitores. O conceito é inspirado no bookcrossing, prática difundida nos Estados Unidos e na Europa, que disponibiliza livros, gratuitamente, em locais públicos. A ação já conta com mais de 600 mil participantes, entre cidadãos e instituições, em cerca de 130 países. A Belas Artes abraçou imediatamente a ideia e mais de 200 livros já foram liberados pela Belas Artes desde 2008.

Na Biblioteca da Belas Artes, os livros arrecadados para o projeto levam na capa a seguinte etiqueta: “Este livro não é um presente! Independentemente de como este livro chegou às suas mãos, ele não é seu, nem de ninguém. Ele é livre. Leia-o, diga-nos o que achou, e passe-o adiante. Deixe-o na universidade, ou vá a um shopping Center, escola, café ou outro lugar público e liberte-o. Deixe-o onde possa ser encontrado pelo próximo leitor. Aproveite para alforriar também os seus próprios livros, aqueles esquecidos no fundo da prateleira e que há tempos não são lidos. Lugar de livro é nas mãos de quem vai saber aproveitá-los, e não na estante acumulando poeira. Boa Leitura!”