Embraer na IV Jornada de Comunicação

Postado em

O mercado corporativo mudou e grandes empresas como a Embraer estão se adaptando

Por Nicole Leão de Andrade, 3° semestre de Jornalismo

A forma que o mundo corporativo funciona está mudando. Mariele Galindo, ex-aluna da Belas Artes formada em Publicidade e Propaganda que já trabalhou em empresas como a 99 Jobs, The Plot Company e atualmente integra o time da Embraer na função de Community Manager at Digital Transformation, teve a oportunidade de abrir os horizontes dos alunos em palestra que abordou a realidade do mundo empresarial.
Atualmente vivemos na Era Digital, impulsionada por quatro acontecimentos de dimensões globais: derramamento de petróleo no Mar do Norte, a queda do Muro de Berlim, o Free Market na China e a criação do WWW. Nessa era, podemos dividir as empresas em dois grupos: nativas e adaptadas. As nativas são aquelas que surgiram no ambiente digital e as adaptadas são as que estão no mercado desde antes dessa revolução tecnológica e que agora buscam modernização.

A Embraer se classifica como uma empresa adaptada, que tem trabalhado para acompanhar o desenvolvimento desse novo mercado. A palestrante apontou um aspecto importante dessas corporações que já estão há certo tempo no mercado, que é o fato delas terem verba para investir em novas tecnologias. “Não é porque não é descolada que não é inteligente ou não está desenvolvendo coisas interessantes”, afirmou Mariele.

Na tentativa das empresas adaptadas de se aproximarem das nativas, foram criados Labs, laboratórios de tecnologia e inovação, áreas de teste para recursos experimentais que estão sendo desenvolvidos. O exemplo de uma Lab que funcionou muito bem é o da Magazine Luiza, ele recebe o nome de Luizalabs e tem o objetivo de criar produtos e serviços com foco no varejo oferecendo aos clientes mais benefícios e uma melhor experiência de compra, o que é fundamental dentro de empresas Nativas, pois elas focam na experiência do cliente.

A publicitária também contou um pouco de sua carreira e claramente determinação é um pré-requisito importante para quem quer chegar em algum lugar. Ela apontou três aspectos que considera essenciais para a vida e carreira. O primeiro é a oratória, você precisa conseguir vender as suas ideias. Outra coisa importante é fazer Network, as pessoas precisam saber quem você é. Por último mas não menos importante, “peite” as decisões que você toma, esteja feliz com suas decisões e se não está, não pragueje na vida dos outros.

A palestrante também aconselhou os alunos presentes a fazer uma revisão geral dos amigos, eles serão muito importantes para a vida de cada um e devemos ter amigos que acrescentam em nossas vidas. “Seu melhor amigo não pode ser o cara que manda meme, brincou Mariele”. Por fim todos saíram da palestra muito satisfeitos e motivados para repensar a carreira e seguir acreditando no próprio trabalho.

Cintia Dal Bello

Cintia Dal Bello

Cíntia Dal Bello é doutora em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP, com especializações em Marketing e Comunicação (pela Cásper Líbero) e Cultura e Meios de Comunicação (pela PUC-SP). Como publicitária, acumula experiências em criação publicitária, planejamento de comunicação e marketing escolar. Sua pesquisa versa sobre cibercultura, subjetividade, identidade, tele-existência e imaginário tecnológico. Libriana, mãe de três filhos, amante da música, das artes e da vida.

No Comments

Deixe seu comentário...

* campos obrigatórios