Design Thinking na IV Jornada de Comunicação: um Do It Yourself complexo

Postado em

Por Gabriela Cruz, 3° semestre de Jornalismo

Quem nunca tirou umas horinhas do dia para tentar realizar aquele Do It Yourself²? Foi mais ou menos isso que aconteceu durante a oficina “Design Thinking: Marcas que comunicam!”, nesta manhã (23) na Unidade 1 do Centro Universitário Belas Artes. Brincadeiras a parte, a oficina proporcionou aos estudantes um gostinho do que é a ferramenta Design Thinking, contando tanto com uma explicação teórica quanto com um desafio prático para os participantes.

Os ministrantes Amanda Higa e Gabriel Meneses, cofundadores da empresa InfoBranding, esclareceram para os que ainda não estavam familiarizados com o termo que vem ganhando cada vez mais espaço nas empresas e salas de aula. Design Thinking é uma abordagem que leva à inovação, ou seja, é a busca pela solução de problemas de uma maneira criativa e coletiva, em uma perspectiva de máxima empatia.

Segundo eles, para a realização de projetos contam-se de maneira geral com dois conjuntos. O primeiro é formado pelos conceitos inspiração, idealização e implementação; e o segundo por praticabilidade, viabilidade e desejabilidade. E para os participantes entenderem de fato todo o processo, Amanda e Gabriel propuseram um desafio, onde as equipes deveriam unir duas marcas – Rock In Rio e Magazine Luiza – criando assim uma ação de alto impacto.

Ao final da oficina, rolou uma apresentação recheada de ideias que iam desde um QR Code que trazia a Magalu para os celulares do público falando das atrações do festival, à uma casa da Magazine Luiza no meio do Rock In Rio, com uma bateria feita de panelas na cozinha. Enfim já foi possível imaginar as ideias mais criativas e únicas que o Design Thinking abordou em apenas duas horas, agora imagina então os resultados que saem nas salas de aula durante o ano né!? 

¹ Do It Yourself

² Faça Você Mesmo

Cintia Dal Bello

Cintia Dal Bello

Cíntia Dal Bello é doutora em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP, com especializações em Marketing e Comunicação (pela Cásper Líbero) e Cultura e Meios de Comunicação (pela PUC-SP). Como publicitária, acumula experiências em criação publicitária, planejamento de comunicação e marketing escolar. Sua pesquisa versa sobre cibercultura, subjetividade, identidade, tele-existência e imaginário tecnológico. Libriana, mãe de três filhos, amante da música, das artes e da vida.

No Comments

Deixe seu comentário...

* campos obrigatórios